A profissão de Serviço Social é regulamentada pela Lei Federal 8.662/93 e para exercê-la é necessária a graduação em Serviço Social e a inscrição no Conselho Regional de Serviço Social- CRESS. É uma profissão que apresenta como objeto de análise e intervenção as diversas manifestações e expressões da questão social, feitas através de instrumentais multidisciplinares das Ciências Humanas e Sociais. Já a formação é fundamentada em princípios teóricos, éticos e políticos que assim possibilitam o conhecimento crítico da realidade em uma perspectiva de totalidade com vistas à preservação e ampliação de direitos. 


O/a Assistente Social é chamado/a a atuar nos mais diversos espaços sócio-ocupacionais onde lhe compete, por exemplo, elaborar,implementar, executar e avaliar políticas sociais junto a órgãos da administração pública, empresas,entidades e organizações populares; coordenar, executar e avaliar planos,programas e projetos que sejam do âmbito de atuação do Serviço Social com a participação da sociedade civil; orientar indivíduos e grupos de diferentes segmentos no sentido de identificar recursos e de fazer uso dos mesmos no atendimento e na defesa de seus direitos e planejar, executar e avaliar pesquisas que possam contribuir para a análise da realidade social e para subsidiar ações profissionais. 


Cabe destacar também, conforme o Artigo 5º do Código de Ética Profissional, as atribuições que são privativas do Assistente Social, com destaque para a assessoria e consultoria à órgãos da Administração Pública,empresas privadas e outras entidades, em matéria de Serviço Social; realização de vistorias, perícias técnicas,laudos periciais,informações e pareceres sobre a matéria de Serviço Social; treinamento, avaliação e supervisão direta de estagiários/as de Serviço Social e fiscalização do exercício profissional através do Conselho Federal e dos Regionais. 


CONJUNTO CFESS/CRESS


O Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) e os Conselhos Regionais de Serviço Social (CRESS) constituem em seu conjunto, uma entidade com personalidade jurídica e forma federativa, com o objetivo básico de orientar, disciplinar, normatizar e defender o exercício da profissão de Assistente Social em todo o território nacional, zelando pelo cumprimento do Código de Ética Profissional. 


Compete ao Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), na qualidade de órgão normativo de grau superior, assessorar os CRESS sempre que se fizer necessário; Funcionar como Tribunal Superior de Ética Profissional; estabelecer os sistemas de registro dos profissionais habilitados e prestar assessoria técnico-consultiva aos organismos públicos ou privados, em matéria de Serviço Social. Acrescenta-se que o Conselho Federal tem sede e foro em Brasília/DF e que a diretoria é composta por Assistentes Sociais eleitos para um mandato de três anos, sem remuneração. 


Os Conselhos Regionais de Serviço Social- CRESS são autarquias federais com personalidade jurídica de direito público vinculado ao CFESS, mas com autonomia administrativa e financeira e jurisdição no âmbito estadual. Atualmente existem no Brasil 25 Conselhos Regionais de Serviço Social e 2 Seccionais de Base Estadual pontuando que a direção dos CRESS é composta por Assistentes Sociais, sendo efetivos e suplentes, eleitos para um mandato de três anos, sem remuneração e com caráter de militância política. 


Compete aos Conselhos Regionais de Serviço Social além de sua função precípua de fiscalizar e disciplinar o exercício da profissão, organizar e manter o registro profissional dos/as Assistentes Sociais bem como o cadastro das instituições e obras sociais públicas, privadas ou filantrópicas; expedir Carteiras Profissionais e Cédulas de Identidade dos/as Assistentes Sociais; zelar pela observância do Código de Ética Profissional, funcionando como Tribunais Regionais de Ética Profissional, aplicar as sanções previstas no Código de Ética Profissional e fixar em assembleia da categoria o valor das anuidades.  


CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL- CRESS PI 22ª REGIÃO: BREVE HISTÓRICO 


No Piauí, a organização política-dos/as assistentes, através de uma entidade de fiscalização do exercício da profissão data de 1965 com a criação de uma delegacia seccional vinculada ao Conselho Regional de Serviço Social do Maranhão/2ª Região. Foi a partir do aumento de profissionais no exercício legal da profissão no Piauí que a delegacia seccional foi extinta e passou a constituir a partir de 13 de março de 1993, o Conselho Regional de Serviço Social-PI 22ª Região, criado pela Resolução CFAS 275/93, de 13 de maio de 1993. (Esta denominação foi alterada com a promulgação da lei nº 8.662/1993, que revogou a lei anterior, passando-se a designação de Conselho Federal de Serviço Social-CFESS). 


A primeira eleição provisória do CRESS 22ª Região aconteceu no dia 14 de março de 1993 com apenas sete membros. Já a eleição efetiva aconteceu no dia 03 de novembro de 1994. Conforme Art.2º da consolidação das Resoluções do Conjunto CFESS/ CRESS, para o Estado ter autonomia para criar um Conselho Regional de Serviço Social é necessário ter no mínimo 500 profissionais inscritos. Na data da criação do CRESS/22ª Região, este contava com 590 profissionais inscritos. 
O Conselho Regional de Serviço Social- CRESS/PI 22ª Região é regulamentada pela Lei 8.662, de 07 de junho de 1993 e constitui uma entidade de personalidade jurídica de Direito Público, com poder delegado pela União, com jurisdição no Estado do Piauí, conforme Art.1º do Regimento Interno do CRESS 22ª Região, aprovado em 2012 pelo Conselho Pleno. 


Atualmente o CRESS-22ª Região conta com aproximadamente 5.000 profissionais inscritos, dos quais 2.561 são ativos e os demais se encontram cancelados, transferidos, aposentados ou falecidos.  


O Regional possui sede própria, situada na Rua Coelho de Resende, Nº 3085/ Norte, Aeroporto, Teresina-Piauí, CEP 64002-470, CNPJ 69.617.538/0001-46. Foi inaugurado em 02 de julho de 2008 homenageando o primeiro Assistente Social do Estado do Piauí, Paulo da Cruz Pires da Mota, construído na administração da Assistente Social Zita Alves Vilar, de 15 de janeiro a 02 de julho de 2008. 


GESTÃO "NADA A TEMER: LUTAR E NÃO RETROCEDER"

(TRIÊNIO 2017-2020)


EFETIVOS

Presidente:

Fabrício César Moura Barbosa

Vice- Presidente:

Samia Cristina Pereira da Silva

1ª Secretária

Márcia Cristina Ferreira Brandão

2ª Secretária

Poliana de Oliveira Carvalho

1ª Tesoureira

Maria Guadalupe de Araújo Veloso Lima Freitas

2ª Tesoureira

Fernanda Soares Sousa

CONSELHO FISCAL

1 – Fernanda Farias de Aguiar

2 – Camila de Sousa Moura

3 – Lívia Patrícia Lima de Sousa

SUPLENTES

1 – Cleiana Francisca Bezerra Mesquita

2 – Leina Mônica Temóteo de Sousa

3 – Ellayne Karoline Bezerra da Silva

4 – Ana Cléa Lopes Magalhães

5 – Thais de Andrade Alves Guimarães

6 – Samia Luiza Coelho da Silva

7 – Talila Arrais Amorim

8 – Edna Maria Goulart Joazeiro

9 – Lúcia Cristina dos Santos Rosa

 



EQUIPE ADMINISTRATIVA


Coordenadora Executiva: Sandra de Nazaré Caetano CRESS nº 0753
Agentes Fiscais: Maria Inês de Sousa Mendes CRESS nº 0784
                          Alyne da Grécia Machado e Silva CRESS nº 1101
Assessoria de Informática: Daniel Augusto de Souza Oliveira
Assessoria Contábil: Vanessa Pierot Melo
Assessoria Jurídica: Lorena Joana Viana Lima
Assessoria de Comunicação: Adriana Oliveira
Assistentes Administrativos: Maria do Socorro Nunes Oliveira
                                          Adriana Maria da Silva
                                          Janete Gonçalves Lima
Serviços Gerais: Gemauro Borges da Silva


Conselho Regional de Serviço Social 22ª Região Piauí – CRESS PI 


Rua Coelho de Resende, 3085/Norte- Bairro Aeroporto 
Cep: 64.002-470 Fone(86) 3222-1090
Email: cress22pi@gmail.com 
Teresina- Piauí 


 Funcionamento: De segunda-feira a sexta-feira, das 12h às 18h. Dúvidas e sugestões fale conosco.